acrescimento

ou a sabedoria do caracol

Decrescimento: a palavra

Já dizia Carlos Drummond de Andrade:

“Certas palavras não podem ser ditas
em qualquer lugar e hora qualquer.
(…)
E tudo é proibido. Então, falamos. ”

***

Falemos então do decrescimento, o que alguns apelidam de “palavra repulsiva”…

Ou serão antes as ideias que lhe dão corpo, nomeadamente a necessidade de um corte com o comodismo instalado, que lhe conferem essa classificação?

Já de seguida, um vídeo alusivo, com (apenas) 5’14”:

(para ler as legendas, aconselho o modo “Full Screen”, no botão do canto inferior direito do filme)

Anúncios

No comments yet»

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: