acrescimento

ou a sabedoria do caracol

Empreendedorismo feio?

FrutaFeia

Este artigo vem na continuação de um artigo meu anterior dedicado ao empreendedorismo. E após ter lido um artigo da página “Café Portugal” com o título “Mértola – «Precisamos de empreendedores que produzam mais», alerta associação local“.

Aqui podem-se ler as seguintes frases:

“O Estado tem de facilitar o trabalho dos produtores. E isso passa pela forma como muitas das regras têm de ser feitas. Tem que haver uma maior sensibilização (…)”
“E é preciso que o Estado perceba que é (nos) produtos endógenos que pode estar a resiliência destes territórios e de muitas famílias e não tanto as questões dos grandes empreendimentos, que são, muitas vezes, mais prioritárias.”
“O que estamos a fazer com os cogumelos fizeram os italianos há 20 anos.”

É um artigo interessante, que nos chama a atenção para as dificuldades reais que existem no nosso país para fazer as coisas andar. Mas não nos podemos deixar deitar abaixo. E também sou da opinião que não podemos estar sempre à espera da ajuda do Estado… Mas o associativismo é uma cultura que não é bem aproveitada em Portugal. Felizmente há quem aproveite outras sinergias para fazer andar as coisas.

E aqui entra o projeto “Fruta Feia“, que citei a propósito do comércio local neste artigo, e que é uma das gotas da corrente que se começa a movimentar contra o oceano das regras ditadas pelo grande (e sufocante) comércio global.

São 4 jovens que ainda lutam para que o seu projeto não se deixe arrastar pelas dificuldades iniciais (nomeadamente financeiras), mas que arrancou hoje ao público em Lisboa (Casa do Independente, Largo do Intendente, 45, 1º). Pelo testemunho nas notícias da rádio de hoje, são já 120 associados nesta Cooperativa de Consumo e têm uma lista de espera de 25 pessoas. Cabazes constituídos por fruta e legumes fora dos padrões considerados “adequados” para venda (e que o consumidor, em geral, exige) e  que permitem um escoamento de uma parte do desperdício alimentar causado por estas imposições dos grandes canais de distribuição.

É um projeto muito no início e que ainda vai precisando de financiamento para se consolidar (pode-se participar aqui). Mas é um projeto encorajador 🙂

Anúncios

No comments yet»

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: