acrescimento

ou a sabedoria do caracol

I.iii

as duas fontes do decrescimento

a “crítica culturalista da economia” e a “crítica ecologista”

“Ao adoptar o modelo da mecânica clássica newtoniana (…) a economia excluía a irreversibilidade do tempo. Ignorava, portanto, a entropia, ou seja, a não reversibilidade das transformações da energia e da matéria. Deste modo, o lixo e a poluição, que, no entanto, são produtos da actividade económica, não fazem parte das funções de produção padrão”.

pp. 27

Anúncios

No comments yet»

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: